0

Obra de Julio Leite na Bienal Internacional de Curitiba

(Curitiba, PR) Julio Leite, artista visual de Campina Grande e indicado ao Prêmio PIPA 2011, será um dos destaques da 14ª Bienal Internacional de Curitiba. A mostra, que ressalta a cena artística paraibana, tem sua abertura amanhã, dia 21 de setembro, no Museu Oscar Niemeyer (MON – Museu do Olho) e em outros espaços culturais em Curitiba. Nela estão reunidos mais de 300 artistas ao redor do conceito “Fronteiras em Aberto”, e a curadoria está nas mãos do espanhol Adolfo Montejo Navas e da brasileira residente em Berlim, Teresa Arruda.

0

Exposição “Quem sobe essa escada?” e programação especial no novo espaço Casa da Escada Colorida

(Rio de Janeiro, RJ) O Rio ganhou um novo espaço cultural: a Casa da Escada Colorida, na Lapa. O local, que tem sua fachada composta por um muro feito pelo artista chileno Selarón, e que integra a arte da escadaria, foi inaugurado no dia 07 de setembro em um evento de abertura da exposição dos artistas Rafael Adorján, Carlos Contente e Ana Klaus. A mostra continua até o dia 15 de novembro, e, durante a ArtRio, a Casa montou uma programação especial: a “Casa Aberta”.

0

Lançamento de obras em homenagem ao Museu do Açude

(Rio de Janeiro) Angelo Venosa, Eduardo Coimbra, Iole de Freitas, Nuno Ramos e Waltercio Caldas lançaram, no dia 15 de setembro, múltiplos em homenagem ao Museu do Açude, na Floresta da Tijuca, a maior galeria de arte contemporânea ao ar livre no Rio de Janeiro. Após a celebração, as obras seguem para a mostra no Museu da Chácara do Céu, em Santa Teresa, mas antes elas também serão lançadas na Feira ArtRio, no estande da Mul.ti.plo Espaço Arte, em 18 de setembro, dia de pré-estreia da feira. 

0

“Uma biografia degenerada: Emil Nolde e o nazismo”, de Luiz Camillo Osorio

Em sua coluna, Luiz Camillo Osorio, curador do Instituto PIPA, aborda a complexidade entre política, arte e história usando como base para essa discussão o caso de Emil Nolde, pintor antissemita da Alemanha nazista que, por conta da estética exasperada e “deformada” em suas obras, era um artista negado pelo regime que pessoalmente defendia. “Como lidar com essa contradição entre autor e obra?” e “Esse é um passado exclusivamente alemão?” são algumas perguntas de Camillo

0

Luiz Camillo Osorio conversa com Cabelo

Luiz Camillo Osorio, curador do Instituto PIPA, conversa com Cabelo, um dos finalistas do PIPA 2019, sobre o início da trajetória profissional artística, a relevância da palavra na obra do Cabelo, a mistura da linguagem musical com a linguagem visual, a formação de parcerias no trabalho, entre outras temáticas. Confira a conversa completa!

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA